Mitos do Parto: Parto Normal alarga o canal vaginal??

Gente, eu resolvi criar, junto com a minha doula Naiara Moreira, essa série sobre mitos do parto normal, porque depois de pesquisar muito, e ir atrás de muita informação, comecei a perceber quanta história pra boi dormir, que as pessoas acreditam sobre o parto normal. Fatos que já existem muito estudo em cima, e provados mitos.

Percebi, que eu não tinha conhecimento sobre o meu corpo, várias vezes durante da gravidez eu descobri algumas coisas. E acho que é uma verdade entre a maioria das mulheres, existe um tabu muito grande sobre o corpo da mulher, e acho que o assunto de hoje, é muito relacionado com esse fator.

E o assunto de hoje é algo que já ouvi muito, e acho que não tem pessoa melhor pra esclarecer sobre isso do que a Naiara. Ela é fisioterapeuta com especialização em fisioterapia uroginecológica e já trabalhou muito com a reabilitação do períneo. Apesar de ela não ser o foco dela hoje em dia, não tem como dizer que ela não entende do assunto!

Vagina larga depois do Parto Normal – mito ou verdade?
Naiara Moreira

Basta você dizer que vai fazer Parto Normal para alguém já vir com o comentário: “Mais você (sua vagina) vai ficar larga!!! Seu marido vai deixar?”

De onde veio esta história?

Até pouco tempo atrás o acesso à informação era limitado e muito baseado em experiências pessoais compartilhada entre as mulheres e os profissionais da época até os dias de hoje. A história de que o parto deixa a vagina larga foi crescendo e ainda assombra muitas mulheres, inclusive aquelas que até gostariam de fazer o parto normal, mas tem medo de “ficar frouxa” e pior ainda, o marido não gostar.

Mas hoje vamos esclarecer esta história e trazer a realidade dos fatos.

O que poderia ocasionar esta frouxidão na vagina?

Conforme os anos foram passando o acesso a informação foi crescendo e novas técnicas e procedimentos foram sendo aprimorados e desenvolvidos em relação ao parto normal. Surgiu, até mesmo, o tratamento fisioterapêutico para o períneo (musculatura ao redor do ânus e da vagina) durante a gestação e pós-parto.

Hoje sabemos que uma série de fatores podem estar contribuindo para as mulheres terem mudanças em sua vagina.

Uma das causas de frouxidão vem do fato que em muitos partos normais é realizado o corte na vagina (episiotomia) e isto, compromete a estrutura muscular e nervosa do períneo, deixando este mais flácido e em alguns casos inclusive com dor durante o sexo.

10564735_679815245438340_498659314_n

Existe também o fator de como esse parto normal é conduzido, que será explicado no último tópico.

Além do mais, sabe-se hoje, que conforme vamos envelhecendo todos os músculos de nosso corpo vão, aos poucos, sendo substituídos por gordura e naturalmente ficando mais flácidos se não exercitados. E não podemos esquecer que esse enfraquecimento natural ocorre também em nossa vagina.

Como outros fatores que influenciam na vagina temos a obesidade, que reduz ainda mais a quantidade de fibras musculares no períneo. A prisão de ventre, tosse crônica e a prática de atividade física de impacto que irão gerar uma sobrecarga no períneo, e se ele não está fortalecido irá “cedendo” com o tempo.

E aí! É mito ou verdade que a vagina fica larga após o parto normal?

É MENTIRA! Pois, não é o parto normal que faz com que a mulher tenha sua vagina mais frouxa e sim uma soma de fatores que não foram anulados com o fortalecimento dessa musculatura ao redor da vagina e com o passar dos anos a sensação de que ela está ficando mais frouxa pode aparecer ou aumentar e pode até surgir outras alterações como a incontinência urinária e fecal, tudo isso em decorrência de um períneo fraco.

A parteira mexicana tradicional Naolí Vinaver, que já acompanhou mais de 3 mil partos normais, relatou quando eu fiz o curso de Doula, que o períneo feminino retorna ao seu diâmetro normal 30 segundos após o parto e as alterações visíveis que são observadas são: inchaço na vagina e vulva e vermelhidão pelo aumento do fluxo sanguíneo no local durante o nascimento do bebê.

Outra coisa importante que acontece no parto normal é que durante a descida do bebê pelo canal vaginal e seu nascimento faz com que a mulher tenha um aumento de vascularização no local, aumento das fibras musculares (no caso das mulheres que fortaleceram seu períneo anteriormente ao parto) e aumento da consciência corporal local. E tudo isso, posteriormente, terá como consequência: melhora na percepção do pênis durante a penetração, as mulheres relatam o orgasmo de forma muito mais intensa e para muitas, mais fácil dele acontecer e muitos maridos relatam alterações positivas em relação a vagina de suas companheiras.

O que podemos fazer para evitar?

A fisioterapia uroginecológica tem contribuído muito para deixar os músculos do períneo fortalecidos e inclusive reduzindo o diâmetro do canal vaginal devido ao aumento de força desses músculos (deixando a vagina mais “apertadinha”).

Para fortalecer essa musculatura indicamos exercícios de contração desse períneo para serem realizados todos os dias. O movimento de contração do períneo é como se você quisesse segurar um xixi ou um cocô e com o auxílio de um espelho fica visível essa contração e mais fácil de percebê-la, pois a vagina e o ânus se aproximam quando você contrai a musculatura.

Estes exercícios são realizados em qualquer fase da vida e na gestação é período muito importante para praticá-los devido à sobrecarga que a gravidez gera sobre o períneo.

Outros cuidados que a mulher deve ter são:

  • Escolher a posição mais confortável e segura para ela parir;
  • Não aceitar receber comando verbal para fazer força para empurrar o bebê (a força acontece naturalmente e no momento certo)
  • Posições verticais para o parto são mais favoráveis devido à ação da gravidade. Ex: cócoras, banqueta de parto, de joelhos, etc.

Como especialista na área, percebo que somente de poucos anos para cá as mulheres têm deixado de lado o tabu e se preocupado mais em conhecer a sua vagina. Elas foram aprendendo que é possível até mesmo fortalecer os músculos do períneo justamente para evitar os problemas como a flacidez na vagina e a incontinência urinária e fecal.

Acredito muito que esse mito venha em decorrência desta falta de conhecimento das mulheres de que os músculos da vagina deveriam ser trabalhados assim como qualquer outro músculo do corpo e o parto normal virou o vilão da história.

10568764_679815038771694_1500140148_n

E aí, o que acho do texto?? Esclarecedor, não é? Para sugestões, mais informações e compartilhar experiências, nos deixe um comentário, ou mande um email para o pitadademae@outlook.com

Beijos

Anúncios

31 respostas em “Mitos do Parto: Parto Normal alarga o canal vaginal??

    • Olá!! O parto humanizado pode ser realizado, a única diferença do parto normal é que não são feitas intervenções desnecessárias, é realizado no tempo da mulher e do bebê, respeitando esse momento tão lindo! Te aconselho assistir o documentário o renascimento do parto, você acha na internet, ele é bem esclarecedor! Qualquer dúvida estou a disposição! Beijos

    • Olá. Tive.meu filho a 40 dias atrás, nasceu com 4.560kg e 53 cm de parto normal e o médico não achou necessário dar pontos. Mas agora meu marido disse que está sentindo diferença. Minha perigo é será que tem alguma coisa a se fazer ou é só esperar voutar ao normal?

  1. ola tiver parto normal e não fui cortada e nem custurada ….meu marido acha q fiquei mais frouxa. …chega ate fala q eu estou trasando cm outros homens. ..o q vcs acha ?

  2. Tive parto foceps sofri muito faz 45 dia que ganhei meu bebê mas nao tive relação c/meu marido ainda pois estou c/vergonha dele porque qnd olho no espelho vejo que minha vagina fico c/buraco tão grande que qnd olho chego vê dentro da vagina o vermelho e alem disso não consigo segura o xixi mas…tem alguma coisa que posso fazer pra melhora e sinto dor dentro da vagina obrigada

  3. Tenho uma dúvida minha primeira filha foi de parto normal estou grávida de novo sera que se for normal posso ficar mais larga o primeiro foi ponteada tenho 21anos

  4. O parto normal detonou minha vagina e eu tinha apenas 17 anos vcs deveriam falar verdades,as mulheres que já ppassaram por parto normal sabem que falo a verdade.

  5. Olá, eu tenho 28 anos é passei por 4 partos normais. Todos mal conduzidos. Em todos passei pelo corte para auxiliar na saída dos bebês é pelos pontos terríveis. Obviamente minha sensibilidade durante as relações sexuais diminuíram muito. Apenas durante a 3 gestação é que fui orientada a fazer os exercícios de contrair o perineo. Sinto pouca diferença, mas aos poucos vejo a melhora. Estou gravida novamente, fazendo os exercícios diariamente. É agora quero fazer meu parto em casa,! Gostaria de saber o que mais poderia fazer para conseguir fortalecer mais meus músculos do perineo é s isso é possível depois de tantas gestações! Obrigada desde já, !

  6. Muito interessante seu texto, e sim, esclarecedor apesar de já ter lido outros, e ter pesquisado bastante sobre o assunto, até porque vou realizar meu segundo parto normal, e queria saber se após o seguindo ficaria “Larga” coisa que não aconteceu no primeiro, porém tudo muito bem explicado. Gostei bastante ! 👏👏

  7. Acabei de ter um parto normal HUMANIZADO e foi maravilhoso! Minha vagina está exatamente como antes. Tudo depende realmente de uma conscientização, de estudo, de autoconhecimento corporal e de uma equipe que respeite a mulher e o processo natural do parto.

  8. Olá, tive o meu 2º parto normal há um mês. No 1º tive uma recuperação rápida e estava com 27 anos. Neste segundo, com 31 anos, levei 4 pontos que já estão cicatrizando mas o que me preocupa é a abertura na minha vagina, está tão larga que eu vejo um orgão arosado e isto me preocupa. Será possível voltar ao normal simplesmente exercitando os músculos da zona? Os assentos em água morna podem ajudar em alguma coisa? O factor idade tem alguma influência? Espero a vossa ajuda. Obrigada.

    • Eu tive uma cesariana é um parto normal. Esse texto eu escrevi antes de ter minha segunda filha, e agora eu tenho certeza de tudo que eu escrevi. Minha cesárea foi horrível, não vi não senti não vivi, foi tudo mecânico. Eu tive um parto normal incrível, parto humanizado hospitalar, sem analgesia e não tem um pingo de comparação com uma cesárea! Você faz o que vc quiser com o seu corpo, mas sim, escrevi e isso que escrevi…

  9. boa tarde! tive uma filha a 9 anos…hoje tenho 36 e sinto que minha vagina ficou diferente…não lembro como era antes. mais sinto que mudou…quando vou fazer sexo contrai durante ato sexual tenho medo que meu marido sinta frouxidão!!! e uma vez em briga ele disse que eu estava frouxa…deois ele disse que só falou me irritar….meu deus que duvida. sou ou não sou frouxa na outra gravidez terei cesariano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s